Vale das Lendas

Loading...

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Conheça um pouco sobre esses seres pequenos:

Os gnomos são espíritos de pequena estatura amplamente conhecidos e descritos entre seres elementais da terra. A origem das lendas dos gnomos terá muito provavelmente sido no oriente e influenciado de forma decisiva a cultura antiga da Escandinávia.
Como a evolução dos contos, o gnomo tournou-se na imaginação popular um anão, senão um ser muito pequeno com poucos centímitros de altura. É comum serem representados como seres mágicos não só protectores da natureza e dos seus segredos como jardins, aparecendo como ornamento. Usam barretes vermelhos e barbas brancas, trajando por vezes túnicas azuis oud e cores suavez. Na mitologia nórdica, os gnomos confundem-se com a tradição dos anões , pelo que não é invulgar associa-los a seres que habitam as cavernas ou grutas escuras e não suportam a luz do sol.No conceito geral, têm a capacidade de penetrar em todos os poros de terras e até de se introduzirem nas raízes das montanhas, explorando os mais ricos minérios ocultos e trabalhando-os com intenso e delicado labo. Como são difícieis de ver, simbolizam o ser invísivel que através do inconsciente ou da imaginação e visão onírica tornam visíveis os objectos e materiais desejados pela cobiça humana. São os guardiões de tesouros ìntimos da humanidade Por vezez um gnomo capturado pode conceder dejesos a um humano que capture, mas a maioria das vezes o desejo realizado pode acabar por se tornar uma maldição. Tal atitude deve-se ao facto que um gnomo castiga com ardis o ser que odeia e, por isso, na imaginação popular da cultura europeia mediterrânea o gnomo é feio, disforme e malicioso.
Gnoms.
As formas demoníacas: a forma mais conhecida pelos continentes ocidentais é a forma humanoide deforma, com cores cinzas e negras. Dizem as lendas que é um ótimo lutador e fas estragos que podem até matar.

As formas amigáveis: é a forma conhecida também por duende, ele é famoso por ser amigo do "Papai Noel" em sua fábrica de brinquedos. Amigável, usa touquinhas, tem a forma humanóide pequena, do tamanho de um menino de seis anos.
opoderdamagia.com

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

ENYA / EL SUEÑO DE LAS HADAS

Livro das verdades e muitos mitos

A mentira é uma verdade que não aconteceu, mas deveria....



Fadas, Duendes, Elfos, Gnomos, Bruxas e outros serem que me encantam....



E as fadas? ...
- Bem, podemos dizer que as fadas sejam seres de transição entre os elementos terra e ar.
Note-se que, embora tenham como função cuidar das flores e dos fr
utos, ligados à terra, elas se apresentam com asas. Pequenas e ágeis, irradiam luz branca e, em virtude de sua extrema delicadeza, realizam tarefas minuciosas à natureza. S
eu trabalho também compreende a interferência direta na cor e nos matizes de tudo que existe no planeta Terra. Como tarefa espiritual, adoram auxiliar na limpeza
de ambientes de instituições religiosas, templos e casas espíritas. Especializaram-se em emitir determinada substância capaz de manter por tempo indeterminado as formas mentais de ordem superior. Do mesmo modo, auxiliam espíritos superiores na elaboração de ambientes extrafísicos com aparências belas
e paradisíacas. E, ainda, quando espíritos perversos são resgatados de seus antros e bases sombrias, são as fadas, sob a supervisão de seres mais elevados, que auxiliam na reconstrução desses ambientes. Transmutam a matéria astral impregnada d
e fluídos tóxicos e daninhos
em castelos de luz e esplendor."







E os Elfos?...
Elfo é uma criatura mística daMitologia Nórdica, que aparece com frequência na literatura medievaleuropéia.
Nesta mitologia os elfos chamam-seAlfs ou Alfr, também chamados de "elfos da luz" - Ljosalfr. São descritos como seres belos e luminosos, ou ainda seres semi-divinos, mágicos, semelhantes à imagem literária da
fadas ou das ninfas. De fato, a palavra "Sol" na língua nórdica eraAlfrothul, ou seja: o Raio Élfico; dizia-se que por isso seus raios seriam fatais a elfos e anões.
Eram divindades menores da natureza e da fertilidade. Os elfos são geralmente mostrados como jovens de grande beleza vivendo entre as florestas, sob a terra, em fontes e outros lugares naturais. Foram retratados como seres sensíveis, de longa vida ou imortalidade, com poderes mágicos, estreita ligação com a natureza e geralmente acompanhadas de ótimosarqueiros. São por assim dizer, o marido das fadas.


E os Gnomos?
Os gnomos são simpáticos velhinhos de cara enrugada e roupa suja e amassada.
O gnomos têm corpo.
Vivem uns seis
centos anos, mas morrem como os humanos.
Conta-se que foram os primeiros habitantes do mundo.
Vivem debaixo da terra e adoram trabalhar.
Transformam rochas em cristais e dão brilho e cor a todas as pedras preciosas.
Também fertilizam a terra e a deixam macia para que as sementes fiquem bem acomodadas.
O gnomos gostam tanto de certas pedras que, às vezes, vão morar dentro delas.

pessoas afirmam que, de noite, costumam ouvir ronquinhos saindo de seus cristais.
Muitas bruxas usam bola de cristal para ver o futuro.
O que pouca gente sabe é que são os gnomos que
moram dentro das bolas e contam tudo para elas.
Vocês sabem por que é tão difícil de ver os gnomos?
Pois bem.
Houve uma época em que os gnomos viviam entre os seres humanos.
Mas, quando os homens começaram a destruir florestas, eles se ofenderam e desapareceram.
Agora eles nos observam de longe e às vezes escolhem certas crianças especiais para acompanhar durante a vida toda.
O que se sabe é que sua música apresenta uma beleza harmoniosa e eterna que a humanidade não cansa de apreciar.

E os Duendes?
A este grupo de elementais ligados às plantas pertencem os silvestres, os sátiros, as dríades, as hamadríades, os durdalis, os elfos e os "homenzinhos velhos das florestas". Muitos desse elementais são habitantes indígenas das substâncias em que trabalham. Por exemplo, as hamadríadres vivem e morrem nas plantas ou árvores de que são parte. Afirma-se que cada arbusto, planta ou flor tem o seu espírito de natureza, que freqüentemente usa o corpo físico da planta como sua habitação. Os antigos filósofos, reconhecendo o princípio da inteligência que se manifesta analogamente em cada setor da natureza, acreditavam que a qualidade da seleção natural, exibida por criaturas que não possuíam mentalidades organizadas para tanto, expressavam decisões dos próprios espíritos da natureza. Assim, em defesa da planta que habitava, o elemental aceitava ou rejeitava elementos alimentícios, depositava na planta matérias colorantes, preservava e protegia a semente, e realizava muitos outros serviços benéficos. Cada espécie era servida por um tipo diferente, porém apropriado, de espírito da natureza. Aqueles que trabalhavam com cogumelos venenosos, por exemplo, tinham aparência ofensiva. As grandes árvores também têm seus espíritos da natureza, mas estes são muito maiores que os das plantas pequenas.

(Elementais da Terra Vegetais)
Os Duendes são alegres, amam festas, músicas e danças.O comportamento varia em geral baseiam em atitudes humanas por estarem próximos aos homens. Esta aproximação sempre é favorecida quando o ser humano está mais frágil e sensível.
Os Duendes são ligados à Terra e geralmente conseguem controlar imprevistos da natureza
Os Duendes vivem vários anos e chegam a constituir famílias. Adoram comer e fazer brincadeiras tais como esconder objetos. Alguns possuem orelhas grandes e pontudas e grande quantidade de pêlos no corpo. Quando confiam nos homens se tornam fiéis e grandes protetores.
Magnodum: Duende da Magia
Tende: Duende da Sorte
Dunaz: Duende da Natureza
Dulei: Duende da Alegria
Duendo: Duende da União
Os duendes traquinas adoram roubar cavalos e pôneis para cavalgarem loucamente pela chanerca, enrolando e embaraçando suas crinas, fazendo com que esvoacem ao vento. Mesmo em casa, não se está seguro com relação a eles pois gostam de atirar potes e panelas nas cozinheiras.
Embora apreciem muito uma brincadeira, os duendes são trabalhadores e esforçados e são vistos freqüentemente à noite debulhando milho em troca de pão e queijo.
As lendas dizem que são pequenos anões, um gnomo ou duende pode variar de 3 a 30 cm de altura. O comportamento varia em geral baseiam em atitudes humanas por estarem próximos aos homens. Esta aproximação sempre é favorecida quando o ser humano está mais frágil e sensível.
Os Duendes são ligados à Terra e geralmente conseguem controlar imprevistos da natureza. Tanto Gnomos como Duendes vivem vários anos, cerca de cem anos e chegam a constituir famílias. Adoram comer e fazer brincadeiras tais como esconder objetos. Alguns possuem orelhas grandes e pontudas e grande quantidade de pêlos no corpo.
Quando confiam nos homens se tornam fiéis e grandes protetores.

Outros
Existe um grupo de elementais ligados às plantas pertencem os silvestres, os sátiros, as dríades, as hamadríades, os durdalis, os elfos e os "homenzinhos velhos das florestas". Muitos desse elementais são habitantes indígenas das substâncias em que trabalham. Por exemplo, as hamadríadres vivem e morrem nas plantas ou árvores de que são parte. Afirma-se que cada arbusto, planta ou flor tem o seu espírito de natureza, que freqüentemente usa o corpo físico da planta como sua habitação. Os antigos filósofos, reconhecendo o princípio da inteligência que se manifesta analogamente em cada setor da natureza, acreditavam que a qualidade da seleção natural, exibida por criaturas que não possuíam mentalidades organizadas para tanto, expressavam decisões dos próprios espíritos da natureza. Assim, em defesa da planta que habitava, o elemental aceitava ou rejeitava elementos alimentícios, depositava na planta matérias colorantes, preservava e protegia a semente, e realizava muitos outros serviços benéficos. Cada espécie era servida por um tipo diferente, porém apropriado, de espírito da natureza. Aqueles que trabalhavam com cogumelos venenosos, por exemplo, tinham aparência ofensiva. As grandes árvores também têm seus espíritos da natureza, mas estes são muito maiores que os das plantas pequenas.



Fadas na cultura popular

      • Lorelei, a fada alemã, de longos cabelos louros, que canta para atrair os homens e afogá-los.
      • Melusina, a mulher-serpente, fugiu no dia em que o marido, Raymond de Poitou, demasiado curioso, surpreendeu-a no banho em seu aspecto encantado.
      • Morgana Le Fay, a protetora do rei Artur em Avalon.
      • Viviane, a amante de Merlin.
      • Sininho (ou Tinker Bell), fada fiel a Peter Pan que é apaixonada platonicamente pelo companheiro.
      • livrodasverdades.com