Vale das Lendas

Loading...

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Dragões – A simbologia atrás do mito

Em algumas culturas foi também reconhecido como símbolo de sabedoria (ou divindade), mas a sociedade ocidental, muitas vezes, tem apresentado como o vilão da história.
figura 01
Dragão Vermelho
A origem do nome vem da palavra grega Drákon que significa grande serpente. Uma das teorias aceitas, para que culturas tão distantes (cultural e geograficamente) tenham absorvido a imagem do dragão, é que tenham sido encontradas ossadas de grandes animais como dinossauros, crocodilos ou outros e desta maneira a associação de serpentes gigantes aladas possam ter povoado a imaginação das sociedades da época.
Uma das passagens mais descritivas na sociedade cristã é a do livro de Jó Capítulo 41 Versículos 18 a 20:
18 Os seus espirros fazem resplandecer a luz, e os seus olhos são como as pestanas da alva. 19 Da sua boca saem tochas; faíscas de fogo saltam dela.
20 Dos seus narizes procede fumaça, como de uma panela que ferve, e de juncos que ardem.
21 O seu hálito faz incendiar os carvões, e da sua boca sai uma chama.
Figura 02
Marduque (ou Marduk) vs Tiamat
Na Babilônia o herói Marduque (deus do sol… sem novidades né?) enfrenta a Deusa do Abismo Tiamat, proferindo as seguintes palavras:
“Tornaste-te grande, exaltaste-te a ti mesma nas alturas. E teu coração te deixou pronta para lutar… E contra os deuses, meus pais, preparaste teu amaldiçoado plano. Que teu exército se prepare, que tuas armas sejam brandidas! Levanta-te! Tu e eu, lutemos!”

Através das palavras de Marduque conseguimos observar algo que a cultura ocidental manteve como principal ponto do que representa o símbolo do dragão “Exaltaste-te a ti mesma”. O dragão representa a EGO, como observado por Joseph Campbell, a cultura ocidental apresenta um ser que acumula riquezas, comidas e prende a donzela (dama ou princesa), mas que não é capaz de usufruir de nenhuma delas.
SMAUG o dragão de O Hobbit apresenta alguma destas características, pois ficou muito tempo deitado sobre um tesouro que não usufruiu, apenas teve sua barriga protegida por pedras preciosas e foi necessário que o personagem principal (assim como a representação de Marduque) identificasse seu ponto fraco.
Figura 03
Smaug
Outro ponto comum da representação do dragão é sua referência (simbólica) aos 4 elementos. Ele é capaz de voar (ar), solta fogo, tem quatro patas e mora em cavernas (terra) e um réptil que possuí escamas (água). Justamente o que “O Herói” deve dominar (ou vencer).
Mas nem todos os povos acreditam(vam) que o dragão apresentasse características vis. Na china o dragão é um símbolo nacional e está ligado com a divindade que controla as chuvas. No taoísmo o dragão Yuan-shin tian-zong possui uma das mais altas hierarquias divinas. Eu me lembro que quando jogava RPG e estava com a segunda edição do Advanced Dungeons & Dragons o dragão dourado, um dos dragões mais sábios e ordeiros do jogo, apresentava muito as características dos dragões chineses.geracaox2.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário