Vale das Lendas

Loading...

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Segredos da Terra Média - Os anéis do poder


Segredos da Terra Média - Os anéis do poder
Você já se perguntou depois que assistiu os filmes e talvez lido os livros, o que realmente é o Um Anel? porque ele é o 'Senhor dos Anéis', o que aconteceu com os outros anéis? pra que eles servem? veja aqui!
Aqui começa o primeiro artigo da nova série SN!, Segredos da Terra Média! Onde o objetivo é contar histórias mais obscuras, e responder perguntas e dúvidas que muitos tem, ao terminar de ver a série de filmes e as vezes até mesmo os livros!

A Terra Média possui uma quantidade exorbitante de conteúdo e fica difícil as vezes procurar ou tentar entender alguns fatores da história e assim acompanhando essa linha de artigos você vai entender muito mais sobre um dos mundos mais magníficos já criados!


Nesse primeiro artigo, iremos falar sobre os anéis do poder e o Um Anel, qual a ligação entre eles e como Sauron pretendia enganar a todos e a todos tentar controlar com esse poder imenso, para isso vamos voltar a história bem atrás no tempo, durante meados da segunda era da Terra Média!

Annatar, o Senhor dos presentes

Durante tempos antes mesmo de Bilbo ou os anões na luta contra Smaugh (História do livro "O Hobbit"), Sauron planejava se tornar o novo senhor das trevas e controlar toda a Terra Média, porém, os povos que residiam nessa terra, eram poderosos e numerosos ultrapassando o próprio poder do lorde e seu exército de Orcs.

Conseguir conquistar os povos não seria simplesmente com a força, Sauron tinha que capturar e controlar seus líderes, e com isso em mente, o engenhoso Sauron começou um plano para se conseguir o respeito e confiança de todos na Terra Média, para isso, Sauron usou em si mesmo um poderoso disfarce, onde mesmo os mais poderosos seres não conseguiriam identifica-lo, e assim passou a usar o nome de Annatar.

Logo se aproximou dos povos dos anões, homens e elfos, dando presentes e ensinando segredos sobre a magia e várias outras artes magnificas. Conseguiu assim a confiança da maior parte do povo da Terra Média, alguns ainda desconfiavam de sua real natureza, tais como Galadriel, Elrond e Gil-Galad (este ultimo sendo o rei supremo dos elfos de Noldor).

Forjando os 20 anéis do poder.

Logo Annatar ficou conhecido como o Senhor dos presentes na Terra Média e se aproximando bastante dos elfos de Eregion que são conhecidos por suas habilidades soberbas na arte de criar joias e ornamentos mágicos. Annatar então ensina aos artesões de Eregion a arte da forja de anéis mágicos. O elfo mais habilidoso de Eregion, Celebrimbor (Pronuncia-se Quelebrimbor), cria 3 anéis mágicos para os elfos apartir dos ensinamentos de Annatar, depois ambos se juntam e criam 16 anéis mágicos (3 sómente pelas mãos de Celebrimbor e 16 feito por ambos), e como presente, Annatar dá 7 anéis para os reis Anões, e 9 para os homens.

Os 16 anéis trazem vigorosidade e imortalidade para os usuários assim como a vida imortal dos Elfos, quem usa qualquer anel do poder se torna invisível para os olhos comuns e apenas aqueles que já vislumbraram o plano dos mortos conseguem enxergar um usuário do anel. Porém existia mais um efeito que Annatar não contara para ninguém.

Annatar volta para sua verdadeira terra, Mordor, e dentro da montanha da perdição, agora revelado novamente como Sauron, ele forja o vigésimo anel, o mais poderoso e único, o Um Anel. Apartir dele Sauron teria o poder de controlar de maneira maligna todos aqueles que estivessem usando qualquer um dos outros 19 anéis.

Um Anel para todos governar, Um Anel para encontrá-los
Um Anel para todos trazer e na escuridão aprisioná-los

Controlando e destruindo os povos com o Um Anel

O Um Anel tem o extremo poder corruptível de escurecer o coração de qualquer criatura que tenha malicia e maldade dentro de si. quanto mais suscetível o usuário do anel for as trevas, mais rápido o anel consegue corrompe-lo.
Mesmo Sauron quando ainda era Annatar, começou a gostar de ser querido por todos, e por um breve momento após criar o anel, quase desistiu de seus planos, porém o próprio anel corrompeu seus pensamentos e o mergulhou de volta as trevas.

Para forjar o anel Sauron descarregou uma enorme parte de seu poder, mas fazendo assim com que se tornasse ainda mais poderoso do que antes quando junto ao anel, e enquanto o anel existir, Sauron sempre vai existir. E assim começou sua ligação simbiótica com o Um Anel.

No momento que Sauron profanou as palavras para ativar o encanto do Um Anel, os 3 elfos perceberam e sentiram todo o intuito de Sauron, e conseguiram num súbito grande esforço, remover os anéis de suas mão impedindo o controle de Sauron sobre eles mesmos.

Os primeiros anões foram esculpidos em pedra por Aulê (um dos Valar, os seres supremos do mundo), e por conta disso os anões são as criaturas mais teimosas e difíceis de serem convencidas a qualquer coisa, sendo tão maleáveis quanto uma pedra. por conta disso não foram controlados por Sauron e nem se tornaram invisíveis, mas cada um deles foi afetado pelos anéis de maneira que aumentou ainda mais a ganancia deles por tesouros, e com o uso dos anéis adquiriram uma quantidade incalculável de tesouros, porém assim amaldiçoando-os a um destino cruel, onde a maioria deles acabou morrendo pelo fogo de dragões que foram atraídos pelo tesouro dos anões (Na maioria de seus casos sendo consumidos completamente por essas chamas destruindo inclusive os anéis).

Inicialmente os homens ganharam imortalidade e grande afinidade com poderes mágicos, transformando eles em poderosos bruxos e feiticeiros, mas os homens por seu espírito frágil, todos sem exceção sucumbiram à vontade de Sauron, se tornando os temíveis Nazgul, que vivem indefinidamente sem vontade própria e com sua presença física invisível aos olhos comuns, seguindo Sauron até o fim de suas existências (servindo a ele com ou sem possuir o Um Anel), tornando-se mais poderoso de acordo com o poder que Sauron possui.


O Destino dos Anéis


 
Os 9 anéis dados aos homens, não se sabe exatamente onde se encontram, alguns dizem que podem estar junto aos nazgul e quando são derrotados os anéis desaparecem assim como eles fazem, ou se os anéis estão escondidos na morada de Sauron. Dentro da história da Terra Média, nunca mais se ouviu sobre os anéis que fizeram os reis sucumbirem.


 
Os 7 anéis dado aos reis anões em sua maioria foram destruídos durante ataque de dragões, restando apenas 3 aneís, que Sauron conseguiu recuperar para si.


 
Os 3 anéis feito para os elfos, foram todos feitos por Celebrimbor. sem nunca serem tocados por Sauron, e de todos os 19 anéis vassalos ao Um Anel, os 3 anéis feitos por Celimbrimbor são os mais poderosos e ao invés do usuário se tornar invisível como os outros 17 aneís, esses anéis são em si invisíveis. Abaixo o destino individual de cada um dos 3 anéis:

Vilya, o anel dos ventos, é considerado o mais poderoso dos 3 anéis, e foi dado para o mais poderoso elfo da segunda era, Gil-Galad, que depois confiou a segurança do anéu a Elrond, dizem que os poderes de visão do futuro de Elrond vem deste anel.

Nenya, o anel da água feito de mithril, foi dado para Galadriel, e ela o usou para proteger o seu povo após Sauron perder a posse do Um Anel.

Narya, o anel do fogo, foi dado para Círdan, o senhor dos elfos de Mithlond, que o guardou e protegeu, até o inicio da terceira era, quando ele reconheceu Gandalf como o ser mais sábio e de verdadeira bondade, assim confiando o anel para Gandalf e que assim ajudasse o mago em suas jornadas.

O Um Anel, como é contado na história de O Senhor dos Anéis, foi arrancada das mãos de Sauron por isildur, e com o passar de vários anos no fim, foi jogado nos poços de lava da montanha da perdição aonde foi forjado, assim sendo destruído e derrotando de uma vez por todas o lorde das trevas. Sauron por ser um Maia, continua existindo sem um corpo, apenas como um espirito maligno vagando pela Terra Média, e sem seu Um Anel, jamais conseguiu poder novamente para realizar qualquer ato por mais vil que seja.
 somosnerds.com.br
"Três Anéis para os Reis-Elfos sob este céu,
Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores,
Nove para os Homens Mortais fadados ao eterno sono,
Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono
Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam.
Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los,
Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los
Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam."


Nenhum comentário:

Postar um comentário